Verificando fatos com a Fazenda 12

Eu sou uma pessoa que gosta de reality shows, pra mim é uma atividade de lazer e noto que é uma atividade que aumentou de frequência na minha vida desde o início da quarentena. E não fui só eu! Uma pesquisa realizada pela revista Veja reportou um aumento na audiência da TV fechada de 25% em abril, desde que iniciou a pandemia no Brasil. Ainda, uma reportagem publicada na UOL por Maurício Stycer sobre essa edição do reality A Fazenda...

UMA PEQUENA HISTÓRIA DE UM CASAL E A IBCT

Joice e Alfredo estão juntos há 8 anos. No início se divertiam muito, eram parceiros, passavam conversando e o sexo era ótimo. Depois de um certo tempo, estavam tão ocupados com as questões do dia-a-dia, trabalho, casa, filhos que pouco tempo tinham para o casal. A situação piorou com a pandemia, que fez com que ficassem em casa mais tempo que o de costume, ele com muito medo de perder o emprego, trabalhava mais ainda, na modalidade online e ela,...

Não sou um Robô

Comumente quando nos cadastramos em alguns sites, ou ao navegar na internet, precisamos responder a alguns Captchas que consistem numa pequena verificação, onde temosque introduzir uma sequência de imagens para confirmar que realmente não somos um robô. Talvez quando respondemos ao Captcha não percebemos que estamos confirmando para uma máquina que somos humanos, para poder continuar. É engraçado porque, ultimamente, parece que vivemos como robôs, tentando dar conta das exigências e atividades do dia em um contexto desafiador por questões...

O Julgamento

Quando comecei a estudar as terapias comportamentais contextuais e mindfulness, logo de cara me deparei com um desafio: como adotar uma postura não julgadora? Kabat Zinn, um dos principais precursores dos estudos em mindfulness descreveu esta habilidade como prestar atenção de propósito e sem julgamento. Não só ele, mas tantos outros autores associam o não julgamento à abertura e aceitação, processo bastante explorado na ciência comportamental contextual. Eu, como tenho um lado que gosta de seguir regras e queria fazer...

3 orientações sobre psicofármacos em idosos

A quantidade de idosos que faz uso de 3 ou mais psicofármacos tem aumentado significativamente nos últimos anos. A polifarmácia – uso de vários medicamentos – nesta população pode causar riscos, entre eles, quedas, problemas de memória e pensamento, além de problemas no trânsito. A combinação de opioides, muito usados para dor crônica, com benzodiazepínicos, usados para ansiedade e, muitas vezes, para insônia, pode precipitar riscos importantes. Antidepressivos, opioides, ansiolíticos e antipsicóticos interagem em nível de sistema nervoso central e,...

LIDERANÇA CONTEXTUAL: Treinamento de Habilidades de Atenção Plena, Regulação Emocional e Efetividade Interpessoal no ambiente do trabalho

Hoje venho falar de um sonho que se tornou realidade – aliar minha larga experiência no mundo corporativo com minha paixão pelas Terapias Comportamentais Contextuais – nesse caso específico pela Terapia Comportamental Dialética. Nós da Equipe Cefi Contextus decidimos inovar, sendo protagonistas ao trazer para o mundo do trabalho o Treinamento de Habilidades da Terapia Comportamental Dialética (DBT-SE – Skills for Employment). A proposta deste treinamento é possibilitar aos trabalhadores acesso a ferramentas para uma melhor gestão de aspectos relacionais,...

Aprendendo a notar quando nossa mente nos fisga

Você já parou para pensar que nós humanos vivemos em dois mundos? Um deles podemos nomear de mundo interno, que é o mundo da nossa mente onde estão nossos pensamentos, emoções, sentimentos, memórias. O outro é o mundo externo, o qual percebemos através da nossa audição, visão, olfato, paladar e tato. Ao longo da evolução, nós aprendemos a controlar as coisas do mundo externo para resolver nossos problemas e facilitar nossas vidas. Por exemplo, quando estamos andando de carro e...

Em Busca de Rotas Alternativas

Quando eu saio de casa e toca uma música que eu gosto, acontece o seguinte: paro na escola dos meus filhos querendo ir para o consultório (digo, parava, em outra época kkk), no consultório tentando ir pra casa… São respostas automáticas, as quais nos ajudam imensamente a economizar energia e tocar a vida da forma que precisamos. Por isso gosto e faço uso de um bom GPS. Além das minhas óbvias dificuldades de localização geográfica e espacial, ele me parece...

EU NÃO TROCARIA ESTA DOR POR NADA NESTE MUNDO…

Foi uma das frases ditas pela maravilhosa “treinadora” de psicoterapeutas, Robyn Walser, que esteve no Workshop online promovido pelo Núcleo Cefi Contextus no último final de semana. Um workshop sensível e ao mesmo tempo “pé no chão”, que é, como eu entendo, uma forma flexível de lidar com as dores da vida. Sensível no sentido de se conectar com o outro, com os olhos, com o corpo inteiro. “Pé no chão” no sentido de não fugir da dor que está...

Paciência

Quando eu estava pensando sobre o que eu gostaria de falar no texto de hoje, não me vinham muitas ideias, ao fazer uma pausa para refletir sobre algum tema, me ocorreu de falar sobre o que tem sido muito valioso para mim nesses últimos tempos. Há cinco meses eu adotei uma cachorrinha chamada Lily, esses dias ela adormeceu em cima do meu ombro. Nesse momento eu me senti mergulhada nessa cena, sentindo o calorzinho do corpo dela, escutando os sons...