No Caminho da Disciplina

Desde criança, vejo o início de ano como o momento ideal para planejar e organizar as atividades da vida. E, talvez, por ter tido poucas atividades que me exigiam cumprir agenda, eu tinha um julgamento sobre mim mesma de que eu era “indisciplinada”, e que só poderia fazer certas atividades (como me manter em uma academia, ou ficar fluente em alguma língua) se eu, primeiro, tivesse disciplina.

Na internet achamos com facilidade várias dicas de como seguir um plano, criar rotina, como executar tarefas e ser organizado. É comum a ideia de que, para termos sucesso no que buscamos, é preciso ter disciplina, pelo visto não sou a única a pensar isso.

Ter disciplina pode ser visto como a habilidade de seguir regras e combinados (seja com os outros ou consigo mesmo), e seguir regras pode ser um grande desafio para algumas pessoas. Mesmo para aqueles que são bons cumpridores de deveres e que sabem o que deve ser feito em uma situação, fazer uma agenda pode não ser o suficiente para conseguir colocá-la em prática e atingir suas metas. Outros obstáculos podem surgir no caminho, e para aqueles que, assim como eu, já se viram amarrados na luta contra a procrastinação, aí vai algumas dicas para fazer aquilo que se deseja:

  1. Tenha clareza do que importa na sua vida, isso serve para estabelecer as  coordenadas do seu caminho. Para cada meta que estiver buscando alcançar, encontre algo nela que realmente importa e que dê sentido às suas ações.
  1.    Veja sua meta como um processo a ser alcançado, com início, meio e fim. O que é necessário para que você coloque em ação as suas prioridades? Lembre-se, fazer uma coisa de cada vez torna o processo mais simples. É compreensível que queira mudar sua vida num piscar de olhos, todavia isso não possível… pense em cada etapa do processo  (assim você vai se sentindo mais confiante e capaz à medida que vai atingindo cada etapa).
  1.     Reconheça suas necessidades. Elas se manifestam, muitas vezes, por meio das suas emoções. Mesmo que sinta coisas desconfortáveis ou que você julga inadequadas, escute-as, isso pode lhe levar a se conectar com sua sabedoria interior e seguir no caminho de alcançar o que deseja com mais consciência e satisfação.
  2.     Sustente a intenção de alcançar o que se propôs. Só podemos voltar ao nosso foco se temos um estabelecido. Os desvios e distrações fazem parte do caminho, não gaste toda a sua energia tentando eliminá-los, apenas reconheça quando não está onde gostaria e retorne sua atenção para o seu propósito.
  3.     Exercite a paciência e a gentileza consigo e com os outros. Saber tolerar e aceitar que nem tudo é como gostaríamos facilita para que não se perca tempo numa luta sem fim. Valorize suas ações e acolha suas dificuldades, elas certamente lhe ensinam algo importante.
  1. Faça sem vontade. Essa dica pode parecer um pouco cruel, mas é importante lembrar que o caminho para as coisas importantes nem sempre é fácil e prazeroso. Por vezes ficamos esperando um momento de inspiração para colocar nossas metas em prática e esse momento não chega (ou não chega no prazo que temos). Nessa situação podemos abandonar a falta de disposição e fazer o que precisa ser feito mesmo que não estejamos muito inspirados para isso.

Nem sempre conseguimos fazer isso tudo sozinhos, ou por vezes não sabemos como colocar em prática algum desses passos, para isso, conte com a ajuda de pessoas que confia, ou até mesmo de um profissional. O processo de psicoterapia pode ser um espaço propício para que você encontre a melhor versão de você mesmo! Lembre-se, a disciplina não é um destino que se alcança, e sim uma caminhada constante! 

Compartilhe isso:
Sobre o Autor
Maria Eduarda D. de Alencastro
Maria Eduarda D. de Alencastro
CRP 07/21833 Psicóloga graduada pela PUC-RS, especialista em Terapia Sistêmica e em Terapias Comportamentais Contextuais pelo CEFI, tendo realizado formação complementar em Terapia Comportamental Dialética (DBT). Participou de treinamento intensivo em Terapias Contextuais realizado no CIPCO em Córdoba, Argentina. É membro da equipe de DBT do CEFI Contextus e coordena grupo de Treinamento de Hab... ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *