A dádiva do E

Nesta segunda semana do ano de 2022 quero registrar aqui meu desejo que possamos ser cada vez mais dialéticos em nossa forma de pensar e agir, ou seja, que possamos, na medida do possível, transitar no caminho do meio, no caminho do E, principalmente nesse contexto de tantas polaridades que vivemos em nossa realidade atual. De acordo com a Terapia Comportamental Dialética (DBT), sempre há mais de uma maneira de ver uma situação e mais de uma maneira de resolver...

Abraçar o sofrimento?

Este texto aborda o sofrimento a partir da visão das Terapias Comportamentais Contextuais, as quais bebem na fonte da filosofia oriental, principalmente do budismo, o qual refere que a existência do sofrimento humano também pode significar imperfeição, impermanência. E há um ponto inicial: a constatação da existência do sofrimento e de que todos os seres estão sujeitos a ele. Nossa tendência, em geral, é negar. Parece que nos sentimos “traídos” pelo destino quando temos que lidar com as dificuldades da...

Validação, uma habilidade de aceitação

Tenho vivido uma experiência incrível; coordenar o Treinamento de Habilidades DBT para Pais e Familiares de pessoas com Desregulação Emocional. E neste trabalho a validação tem sido o tema central, porque mobiliza e co-responsabiliza todos os envolvidos. Saber escutar, compreender, acolher e principalmente controlar o impulso de aconselhar e resolver o problema do outro é um constante desafio. O impulso de todo pai ou familiar é evitar que o filho sinta dor e frustração (eu mesma já tive esse impulso...

A Validação e as Relações

  Estar em uma conversa onde percebemos que a outra pessoa está prestando atenção ao que falamos de forma interessada e entendeu a nossa perspectiva, pode ser uma das formas que a validação se apresenta. E que conversa boa, não é? Imaginemos uma situação: estamos em uma reunião de trabalho e chegou o momento para apresentar o projeto que estamos trabalhando há alguns dias. Tem uma pessoa que mexe no celular constantemente. Outra que olha de forma constante ao entorno,...

Um dia como qualquer outro, mas…

E começou assim… Um dia como qualquer outro, era final do veraneio, a família estava terminando de tomar café da manhã e arrumar as malas para voltar para Porto Alegre. O grupo estava em dois carros separados, os pais voltaram em um dos carros e as duas filhas, uma acompanhada de seu namorado e outra de sua amiga, em outro. O carro com as filhas e os acompanhantes estava mais a frente e, em um certo momento da viagem, eles...

Na Trilha com Consciência Plena

    Você já teve a oportunidade de fazer uma trilha numa mata fechada praticando mindfulness? Sim, isso é possível e vou compartilhar aqui minha experiência num espaço de vivências em Três Coroas/RS. Utilizarei como aporte teórico as ideias de Marsha Linehan, sobre “O QUE FAZER”  e  “COMO FAZER” mindfulness.   Mindfulness é a qualidade da consciência ou presença que uma pessoa traz à vida cotidiana.  Segundo Linehan (2018) “é o ato de conscientemente focar a mente no momento presente,...

Como podemos estar atrapalhando nossa própria terapia?

O tema do texto desta semana é um tanto delicado. A ideia é que a gente possa pensar um pouco sobre como algumas das nossas características podem atrapalhar no nosso próprio crescimento na terapia. Sou terapeuta, mas hoje falo da perspectiva de cliente. A terapia é um lugar onde dois humanos se encontram para trocar informações, mostrar emoções, praticar habilidades e fazer planos, assim como qualquer outro tipo de relação. Claro que tem algumas características especiais: há um conhecimento técnico...

Espaço para as Emoções

As emoções tem funções importantes no nosso cotidiano. Elas nos auxiliam na comunicação com os outros, motivam o nosso comportamento e nos informam sobre nós mesmos. Podemos pensar na tristeza, uma emoção que todos já sentimos. Ela pode nos visitar quando objetivos não são alcançados ou quando perdemos alguém. Ela nos auxilia a manter a atenção ao que valorizamos, buscando alcançar nossas metas e comunicar que precisamos de ajuda. Até aí, perfeito. Sabemos que as emoções existem e para que...

Consequências de viver em um ambiente invalidante

No trabalho como psicoterapeuta tenho a possibilidade de escutar as histórias de vida de meus pacientes. Eu sinto muita gratidão de conhecer com profundidade o que está acontecendo com eles, e perceber as variáveis que estão dificultando que consigam ter a vida que eles gostariam de ter neste momento. É um espaço no qual eu posso conhecer suas trajetórias de vida e entender o que aconteceu, gerando maior amplitude para mim e para eles ao notar que isto não surgiu...

Comunicação com Filhos Adolescentes

A adolescência é um momento do desenvolvimento de significativas mudanças biológicas, psicológicas, emocionais, físicas e relacionais. Em meio a tantas mudanças, as famílias precisam se adaptar a essas novas necessidades que os filhos estão vivendo. Ser mãe ou pai de filhos adolescentes é um papel complexo, exige flexibilidade e constantes ajustes. Com as mudanças do universo adolescente, pode parecer cada vez mais difícil a comunicação com os filhos. Ou eles respondem ‘aham’. Ou falam, falam, falam, sem que seja possível...