Que pessoa você quer ser em 2021?

  Mindfulness é uma prática que permite ter qualidade de presença ou qualidade de consciência. É uma forma de viver desperto, com os olhos abertos, observando, descrevendo e participando da realidade no momento, com efetividade e de forma não julgadora. Dentro desse ponto de vista gosto muito da perspectiva Zen Budista do mindfulness, ou seja, a possibilidade contemplativa da experiência, sem evitá-la, suprimi-la ou tentando mudá-la. É uma prática fundamental para a vivência espiritual contemplativa, independente de religião ou crença,...

Como gerar conexão entre as pessoas queridas nesse final de ano

Essa época do ano é propícia para fazer reflexões sobre a vida, sobre objetivos que conseguimos ou não alcançar e os sonhos que queremos persistir. Também é tempo de festejar e estar próximo das nossas pessoas queridas. Nesse ano, as reflexões se deram intensamente ao longo do ano todo e as festividades tornaram-se um desafio nesse período de pandemia. Celebrar e comemorar, algo tão natural e esperado por muitos, acabou necessitando de adaptação. O desejo de intimidade fez com que...

RETROSPECTIVA NÃO. TOMADA DE PERSPECTIVA SIM.

Estamos nos primeiros dias de dezembro. Estamos no início do último mês do ano. Perspectivas diferentes de um mesmo evento. Inicio este texto com um convite para uma pausa. Um exercício de consciência e de tomada de perspectiva do seu ano. Não sobre o ano de todos, não sobre este 2020 pandêmico que marca a vida e a história de toda a humanidade, e sim do seu ano. Um convite para olhar, com seus “olhos de dentro” para as suas...

Em Busca de Rotas Alternativas

Quando eu saio de casa e toca uma música que eu gosto, acontece o seguinte: paro na escola dos meus filhos querendo ir para o consultório (digo, parava, em outra época kkk), no consultório tentando ir pra casa… São respostas automáticas, as quais nos ajudam imensamente a economizar energia e tocar a vida da forma que precisamos. Por isso gosto e faço uso de um bom GPS. Além das minhas óbvias dificuldades de localização geográfica e espacial, ele me parece...

EU NÃO TROCARIA ESTA DOR POR NADA NESTE MUNDO…

Foi uma das frases ditas pela maravilhosa “treinadora” de psicoterapeutas, Robyn Walser, que esteve no Workshop online promovido pelo Núcleo Cefi Contextus no último final de semana. Um workshop sensível e ao mesmo tempo “pé no chão”, que é, como eu entendo, uma forma flexível de lidar com as dores da vida. Sensível no sentido de se conectar com o outro, com os olhos, com o corpo inteiro. “Pé no chão” no sentido de não fugir da dor que está...

3 passos para se manter mais focado

Nosso estado natural de fácil distração é um prato cheio para iniciarmos uma atividade e, no meio do caminho, nos deixarmos ser desviados por algum barulho inesperado, por uma lembrança de outra coisa a ser feita ou atraídos pela geladeira. Se estivermos em estado ansioso ou de estresse então a geladeira torna-se bastante procurada especialmente quando se está em casa de quarentena. Há momentos nos quais a distração ocorre simplesmente por não termos clareza do que estamos buscando, em outros...

O que fazer para se comunicar melhor?

Você sente a necessidade de se expressar melhor ao fazer um pedido, manifestar a sua opinião ou dizer não a alguém? Eu sinto! Por mais que venha trabalhando com habilidades interpessoais e de comunicação, reconheço que existem situações mais desafiadoras e que o treino não pode parar! Recebo feedback de colegas, pacientes e amigos ‘Tu fala super bem! É bem objetiva’. Aprecio os feedbacks e reconheço que consigo pedir ou dar negativas assertivas, porém quando faço isso sem expressar o...

Prioridades… por onde começar?

Quando eu estava pensando sobre o que eu gostaria de falar essa semana, me veio à cabeça um dilema que eu tenho enfrentado mais atualmente: como dar conta de várias atividades ao mesmo tempo? A escrita desse texto foi uma dessas atividades, era uma tarefa que eu precisava fazer, ao mesmo tempo também tinha que terminar de preparar uma apresentação para hoje, terminar outros documentos que estamos preparando em equipe, atender e ahhhhhhh… Como lidar com isso? Umas das coisas...

Improvisando para sobreviver

Quando o planeta colapsa e a insegurança impera em todos os âmbitos da vida, bagunçando o que parecia organizado, nos deparamos com o que fica de tudo isso. Depois do choque, da incredulidade, da frustração, da indignação, o que ainda nos serve de âncora?   O que de fato importa pra cada um nesse mundo, afinal de contas? Não o que é bonito dizer/postar/parecer. O risco de vida pode nos fazer viver as nossas reais necessidades. Para mim, está sendo...

LI-TE-RAL-MEN-TE “VIDA QUE SEGUE”

Por alguns segundos. Li-te-ral-men-te “vida que segue”. Vidas que não se escapam pelos dedos. Uma noite quente. Três colegas voltando do trabalho. Um cruzamento, dois carros e um motorista embriagado. Uma colisão. Os piores segundos: entre perder o controle do carro e sentir que ele parou. (ops, agora, escrevendo, meu telefone toca. Uma pausa neste texto). Era ele, “o rapaz de ontem”(sic). O “rapaz” nasceu na década de 40 (minha mente irônica e raivosa toma voz nestas aspas). Pediu perdão,...