Ai, que vergonha!

Você já sentiu vergonha? Consegue perceber como esta emoção interfere na sua vida? Consegue reconhecer algumas situações que foram ou são gatilhos para desencadear essa emoção?  Existem algumas expressões que são mais comuns quando a vergonha aparece, como ficar com o rosto ruborizado, desviar o olhar ou esconder o rosto. Mas cada pessoa tem suas próprias sensações internas ao experimentar a vergonha. Você consegue identificar o que sente no seu corpo, o que passa na sua mente e como seu...

QUANDO É TEMPO DE PARAR DE TENTAR RESOLVER UM PROBLEMA E COMEÇAR A ACEITAR O PROBLEMA?

Este dias, falava sobre “resolução de problemas”, o passo a passo para fazer uma boa resolução. Foi então que surgiu uma pergunta: “Quando já tentamos de tudo e o problema não se resolve, o que se faz?”. As palavras que saíram da minha boca quase que automaticamente foram mais ou menos assim “quando um problema não tem como ser resolvido, precisamos aceitar”. Ao longo daquela semana, me vi pensando na minha resposta, e a outra pergunta que surgiu em minha...

O que é ser corajoso?

Às vezes em terapia falamos sobre a coragem. Esse termo até faz parte de um modelo de terapia comportamental contextual: a psicoterapia analítica funcional, também conhecida como FAP (da sigla em inglês). Nesse modelo, busca-se desenvolver certas habilidades que permitam à pessoa vivenciar suas relações interpessoais de maneira mais plena e construir relações íntimas. Além da coragem, o modelo teórico da FAP inclui os termos consciência e amor, sobre os quais podemos falar em um outro momento. Voltemos à coragem,...

Como aumentar a conexão com as pessoas?

Hoje venho dividir com vocês algumas reflexões que, com frequência, surgem em minha mente. Muitas vezes me deparo observando em meu comportamento a seguinte questão: o que costumo fazer quando me sinto não entendida, excluída ou pouco importante na vida de alguém? Depende…Depende da pessoa, do grau de importância dela da minha vida e do contexto em que o fato aconteceu. Posso dizer que, normalmente, o meu automático é ficar mais quieta, me retirar e ficar ruminando junto com a...