Mindfulness e Música

Olá, seja bem vindo à esta leitura! Vou sugerir algo que talvez seja possível neste momento talvez não, mas ainda assim vou sugerir… Gostaria que pudesses ler esse texto ao som da música “Green River”, do Creedence. Foi ouvindo essa música que tive a ideia de escrever este texto e o conteúdo dela vem ao encontro do que vamos conversar aqui, hoje e agora.

“Leve-me de volta pra onde a água fresca flui, sim.
Deixe-me lembrar das coisas que amo…”

Assim inicia Green River, canção de 1969 do álbum intitulado pelo mesmo nome. Caminhando ao som desta música tive a experiência de conectar-me totalmente à melodia e ao significado, de focar minha atenção ao estímulo sonoro e pensar somente na música – nada mais, nada menos. A prática de atenção plena ouvindo música é um dos exercícios que mais me atrai e promove bem estar.

O aumento do raciocínio têmporo-espacial provocado pela música foi denominado “Efeito Mozart”, descoberto em 1993 por Rauscher. Na época, o estudo foi publicado na revista Nature e demonstrava que os 36 estudantes universitários que foram expostos à Sonata de Mozart por 10 minutos apresentaram um aumento da pontuação em um teste de dobrar e recortar papel comparados à execução deste teste em silêncio e ouvindo uma música relaxante.

A música sempre foi muito importante pra mim, inicialmente através das práticas com o piano e posteriormente tornando-se um elemento que faz parte da minha vida e dos meus dias. Se rapidamente pensar agora, creio não passar um dia sem ter ouvido alguma música que aprecie, indo para o trabalho, voltando para casa, sempre muito atenta ao significado de cada melodia e ao que ela pode me proporcionar para aquele determinado momento do tempo.

Mindfulness, prática difundida amplamente pelas Terapias Contextuais de Terceira Geração, baseia-se na capacidade de atenção ao momento presente, ao aqui e ao agora, desenvolvendo a habilidade de focar em uma coisa de cada vez; de notar os pensamentos; os estímulos sensoriais e de retornar a atenção ao estímulo primordial. Uma das práticas na qual consigo focar-me de forma intensa e ficar atenta ao estímulo é o exercício de mindfulness com música. Noto que me distraio pouco com outros estímulos quando elejo uma canção e a ouço em atenção plena, causando-me uma sensação de bem estar e calma.

Ironicamente, ao pensar neste texto sobre a prática de Mindfulness ouvindo música, estava aos ouvidos com o som de Green River, na qual há uma constante solicitação de retorno ao local que amamos, aos sons que fizeram ou fazem parte de nossa história, à atenção aos estímulos visuais, sonoros, às lembranças saudosas de um passado remoto… Mente minha, leve-me de volta aos 6 anos, sentada ao lado de meu irmão, comendo picolé de uva que derretia pelas mãos e o tempo passava vagarosamente, tempo no qual não havia maiores preocupações, tudo era puro, simples e livre.

“Parando na altura do tronco onde os peixes-gato roem
Caminhando pela estrada do rio à noite
Garotas descalças dançando sob a luz da lua
Eu posso ouvir o sapo-boi me chamando

Adoraria ir descendo e chutando a água rasa
Mosquitos, libélulas, voltem para suas mães
Pegar uma pedra plana, jogá-la quicando através do Rio Verde
E se você perder por aí, volte para casa, para o Rio Verde

Volte para casa”

 

Compartilhe

Sobre o Autor
Cláudia da Rosa Muñoz
CRM 30457 Médica graduada pela UfPel, psiquiatra pela Fundação Universitária Mário Martins, Título de Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria, Curso de Aperfeiçoamento em Terapia Comportamental Dialética pelo CEFI/CIPCO e de Especialização em Terapias Comportamentais Contextuais na mesma instituição. Participou de treinamento intensivo em Terapias Contextuais real... ver mais

5 comentários em “Mindfulness e Música”

  1. Artigo excelente :). Acabei de me deparar com o seu blog e gostaria de dizer que realmente gostei de navegar pelas postagens do seu blog. Afinal, estarei assinando seu feed e espero que você escreva novamente em breve!

  2. Oi, Cláudia

    Acabei de conhecer o seu blog, estava fazendo uma pesquisa para o grupo de práticas de mindfulness que estou participando, hoje na ultima aula vamos falar um pouco sobre expressão cultural e mindfulness, fiquei encantada com o seu conteúdo, parabéns!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.