Uma vida plena também é uma vida com sofrimento

Em nossa vida geralmente buscamos sensações boas, prazerosas e idealizamos imagens da mais plena felicidade. Acho que essa busca não só é necessária como também é natural, enquanto seres humanos que significam e representam o todo que nos permeia. Afinal, não há nada mais confortável do que belas imagens de alegres sorrisos com pessoas que amamos em uma tarde de sol, por exemplo.   Não à toa, a mídia e toda nossa cultura explora nossa busca pela felicidade, nos relembrando...

Como na natação, para e respira!

Você já se sentiu em meio ao caos? Muitas coisas acontecendo, prazos para cumprir, a sensação de que você está deixando a desejar em todas as áreas da sua vida, “não estou sendo boa terapeuta”, “não estou sendo boa filha”, “não estou sendo boa namorada” e por aí vai? Talvez a sua experiência nesse momento seja diferente porque somos seres diferentes, logo, experimentamos as coisas de jeitos diferentes. Entretanto, a maioria de nós consegue se identificar com esses momentos de...

A Pressa Pela Mudança

Por que muitas vezes é tão difícil reconhecermos a mudança em nós? Queremos mudar, mas não queremos esperar o tempo necessário para que ela aconteça, e quando acontece, muitas vezes não conseguimos discriminá-la. Me peguei refletindo sobre isso depois de uma conversa com um amigo. Ele estava passando por dificuldades no relacionamento: contou que sente ciúmes, algo que considera altamente recriminável. Quer mudar, mas quer que isso aconteça rápido, de forma abrupta, como se quisesse alcançar o ciúme dentro de...

Nada do que foi será

Como você lida com as perdas da vida? A maior certeza da vida é a perda, ninguém está livre disso, vamos perder pessoas, relacionamentos, empregos, saúde, sonhos que não poderão se realizar… Mas é difícil encarar essa realidade, encarar as dores dessas perdas. Como diz na canção cantada por Lulu Santos, “não adianta fugir, nem mentir para si mesmo”, ela vai acontecer, faz parte da vida. E tudo bem que dê vontade de fugir, de lutar, de espernear e gritar...

O que te conecta?

Eu não sabia o que escrever para o blog de hoje, não tinha nenhuma ideia em mente. Então dei início ao meu processo criativo de assistir alguns clipes de músicas e filmes que eu gosto muito. Percebi que essa é uma rotina bem frequente antes de escrever para o Blog. Esse processo me ajuda a me conectar mais com a minha emoção e, como consequência, com o meu processo criativo. O que te conecta? E é curioso como, quando eu...

Que tal experimentar usar compaixão nesse final de ano?

O final do ano se aproxima e, com ele, surgem as reflexões sobre o ano de 2021. Percebo em mim pensamentos como: “será que fiz o suficiente?”, “deveria ter estudado mais”, “poderia ter me esforçado mais”. Essa época do ano é difícil para muitas pessoas, justamente por aparecerem pensamentos reflexivos sobre o ano que podem possuir tom autocrítico, principalmente se observamos que não atingimos alguma meta ou que as expectativas que tínhamos foram frustradas. A autocompaixão é uma ferramenta importante...

UMA VIDA COM MAIS CONSCIÊNCIA

Eis que acordo de manhã, preparo meu café e me sento na mesa sozinha, no silêncio que as manhãs de segunda costumam ter agora que estou realizando grande parte das minhas atividades em casa. Tiveram momentos no passado em que o silêncio era assustador para mim, porque significava ausência, ausência de pessoas. Neste primeiro texto que escrevo, decidi contar um pouco da minha história com as práticas de mindfulness, pois desde que comecei a praticar percebi que a prática me...

Vulnerabilidade: Gerando conexões valiosas

Estava preparando uma aula para um curso que vou dar essa semana e me notei reflexiva. O tema era relacionado à Terapia Analítico Funcional (FAP – Kohlenberg & Tsai, 1991) que busca desenvolver conexões interpessoais poderosas. Dentro dessa perspectiva, uma forma de estabelecer esse tipo de relação é se colocar de forma vulnerável com o outro. Isso gera um espaço de abertura e conexão. Pare um momento e pense sobre as interações que mais marcaram você ao longo de sua...

Minha experiência usando as habilidades da terapia comportamental dialética para apresentar o TCC

Apresentar o trabalho de conclusão de curso (TCC) pode nos gerar muita ansiedade, inseguranças e medos. Esses sentimentos podem estar associados a pensamentos como: Será que vou conseguir trabalhar na minha área? Como vai ser quando me formar? O que eu faço agora? Entre tantos outros… Afinal,sabemos que não é só fazer e apresentar um TCC, há várias expectativas e emoções envolvendo todo o processo.  Algumas vezes, me vi não querendo sentir ansiedade/medo antes da apresentação ou tristeza pelo encerramento...

Caminho das Águas

Tenho me notado mais sensível nos últimos dias, mais conectada com músicas, imagens, falas que me tocam. Ao mesmo tempo, estava com dificuldade de escolher algum tema específico para falar no blog de hoje. Então resolvi falar sobre esse processo de abertura de forma geral. A abertura, desde o meu ponto de vista, se refere a esse processo de se abrir para as nossas experiências da forma como elas aparecem. Falando assim, pode parecer fácil, mas na prática não é...