PERGUNTAS EFETIVAS PARA CASAIS

Mara Lins   A arte da psicoterapia conjugal é auxiliar o casal a encontrar uma vida significativa e alcançar as mudanças desejadas, conforme suas contingências. Uma das características das terapias comportamentais contextuais é o trabalho voltado a valores, e este, na terapia de casal, representa que cada cônjuge seja o(a) parceiro(a) que deseja ser na relação. Este processo é complexo, e o que mais pode auxiliar são perguntas que auxiliem na reflexão. Sendo assim, após muito aprendizado com Neil Jacobson,...

UMA PEQUENA HISTÓRIA DE UM CASAL E A IBCT

Joice e Alfredo estão juntos há 8 anos. No início se divertiam muito, eram parceiros, passavam conversando e o sexo era ótimo. Depois de um certo tempo, estavam tão ocupados com as questões do dia-a-dia, trabalho, casa, filhos que pouco tempo tinham para o casal. A situação piorou com a pandemia, que fez com que ficassem em casa mais tempo que o de costume, ele com muito medo de perder o emprego, trabalhava mais ainda, na modalidade online e ela,...

ATUALIZAÇÃO DOS QUESTIONÁRIOS DA IBCT

Como já explicado no artigo QUESTIONÁRIOS IBCT PARA AVALIAÇÃO DO FUNCIONAMENTO CONJUGAL a Terapia Comportamental Integrativa de Casal (Integrative Behavioral Couple Therapy -IBCT) utiliza instrumentos de avaliação da relação conjugal, fato que organiza o trabalho terapêutico e, o mais importante, todos, terapeuta e clientes, conhecem o caminho a ser percorrido, as maiores dificuldades e objetivos terapêuticos, devido à clareza acerca do funcionamento conjugal que esta modalidade de trabalho oportuniza. Esta fase de avaliação é realizada em quatro sessões: a primeira...

ADOECIMENTO E RELAÇÕES CONJUGAIS: COMO A IBCT PODE AJUDAR?

Diversos estudos fazem uma ligação direta entre saúde mental e relacionamentos conjugais. A relação pode ser protetora ou preditora de ansiedade e estados depressivos. Pesquisas revelam que conflitos conjugais podem contribuir para o desenvolvimento e/ou a manutenção de transtornos psíquicos, como, por exemplo, depressão e ansiedade e, ainda, influenciar no deterioro da relação (Johnson et al., 2005; Sullivan et al., 2010). Há, ainda, pesquisas que preconizam que uma relação conjugal hostil pode provocar prejuízos na saúde física (Kiecolt-Glaser, Loving,  Stowell...

Diretrizes para o uso do livro “Diferenças Reconciliáveis: reconstruindo seu relacionamento ao redescobrir o parceiro que você ama, sem se perder ” durante a terapia de casal com IBCT

Este é um livro elaborado pelos autores da Terapia Comportamental Integrativa de Casal (Integrative Behavioral Couple Therapy-IBCT), Neil Jacobson, Andrew Christensen e Brian Doss, para ser utilizado como uma forma de psicoeducação sobre relações conjugais, além de ser uma espécie de autoajuda para os casais melhorarem seus relacionamentos. Escrito nesta perspectiva, pode ser lido como um guia “independente” para casais, visto que, além da leitura que propõe refletir sobre a relação, tem atividades para o casal realizar. Pode, ainda, ser...

A TERAPIA DE ACEITAÇÃO E COMPROMISSO PARA CASAIS: UMA POSSIBILIDADE DE OLHAR AS RELAÇÕES CONJUGAIS

            A Terapia de Aceitação e Compromisso (Acceptance and Commitment Therapy-ACT) recebe seu nome devido à uma de suas mensagens centrais: aceite (accept) o que está fora de seu controle pessoal e comprometa-se (commit) a realizar aquela ação (take action) que enriquece a sua vida. Um dos pilares da ACT é a visão de que a luta das pessoas contra o sofrimento humano é o que as adoece. A ACT não objetiva reduzir o sofrimento...

MINDFULNESS PARA AUXILIAR NA COMUNICAÇÃO DOS CASAIS

    Às vezes, apenas reconhecer o que realmente está acontecendo ao invés do que “deveria” estar acontecendo, é tudo o que é   necessário para transformar nossa experiência. (Willians, Teasdale, Segal, Kabat-Zinn, 2007)   Este texto tem como base o capítulo 12 do livro Diferenças Reconciliáveis reconstruindo seu relacionamento ao redescobrir o parceiro que você ama, sem se perder (Christensen, Doss e Jacobson, 2018), o qual sugere estratégias de mudanças na relação conjugal por meio da Atenção Plena, ou Mindfulness. Os...

ESTRATÉGIAS PARA LIDAR COM A RAIVA NA RELAÇÃO CONJUGAL

  Lidar com as emoções num momento de conflito entre o casal, principalmente com a raiva, é algo bem mais complicado do que muita gente imagina. Por vezes, parte do problema é a forma como falamos e não, necessariamente, o conteúdo ou o problema a ser resolvido. Acrescentam-se a isso os processos biológicos do nosso cérebro que também influenciam. Também afeta o grau em que somos conscientes de nossas emoções, as definimos e como as expressamos. É comum que, quando...

ACEITAÇÃO EMOCIONAL POR MEIO DA CONSTRUÇÃO DE TOLERÂNCIA

Quando eu menciono “tolerância”, não estou falando de como aprender a tolerar atrocidade pura. Refiro-me a aprender como acomodar sua vida da forma mais generosa possível em torno de um ser humano basicamente decente que pode, algumas vezes, ser um “pé no saco” (Elizabeth Gilbert, 2011). De modo geral, não gostamos de sentir mal-estar, seja com alguma emoção entendida como negativa ou por pensamentos avaliados como ruins. Frente a experiências internas desagradáveis, nossa ação automática é voltada para eliminar estes...

FORMULAÇÃO DE CASO DEEP PARA OS DIAS ATUAIS

FORMULAÇÃO DE CASO DEEP PARA OS DIAS ATUAIS Mara Lins Antes de iniciar uma terapia de casal, a Terapia Comportamental Integrativa de Casal (IBCT) propõe que se faça uma avaliação da relação conjugal, para que fique claro para todos, terapeuta e parceiros(as) o que não está funcionando no relacionamento. Esta avaliação é chamada de Formulação de Caso DEEP. É um acrônimo no qual esta palavra em inglês significa profundo, ou seja, uma avaliação mais profunda do que está acontecendo. Geralmente...